Confissões

CONFISSÕES

De terça-feira a sábado: 08h30 às 11h00 e das 15h30 às 18h30.

Se não puder cumprir este horário, chame e, se estiver algum sacerdote disponível, também será atendido.

 

PROPOSTA DE PREPARAÇÃO

 

1. DEUS É AMOR, DEUS FALA-NOS

Hoje, o Pai espera-me

Um homem tinha dois filhos: O mais novo disse ao pai: “Pai, dá-me a parte dos bens que me corresponde”. Juntando tudo, partiu para uma terra longínqua e por lá esbanjou tudo quanto possuía, numa vida desregrada. Ele começou a passar privações. E, caindo em si, disse: irei ter com meu pai e vou dizer-lhe: Pai, pequei.
Quando ainda estava longe, o pai viu-o e, enchendo-se de compaixão, correu a lançar-se-lhe ao pescoço e cobriu-o de beijos. O pai disse aos seus servos: “Trazei depressa a melhor túnica e vesti-lha… porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi encontrado” (Lc 15).

 

2. DEUS CONVIDA-NOS A REFLECTIR

Amor a Deus

– Diante do Deus libertador, que todos os dias intervém na minha vida e me aponta caminhos de felicidade, sinto também a vontade de celebrar, de amar, de comungar, de louvar, como resposta ao amor de Deus?
– A minha vida tem sido uma busca atenta do que Deus quer de mim?
– Quais são os valores a que eu dou prioridade e que me afastam de Deus e das suas propostas?
– Encontro espaço e disponibilidade para interrogar o meu coração e para escutar o Deus que fala, que Se revela, que me desafia e questiona?

 

Amor à Igreja

– O meu caminho na Igreja de Jesus é um caminho de busca de honras, de busca de influências, de poder, ou um caminho de serviço aos mais pobres, de luta pela justiça e pela verdade?
– Tenho disponibilidade, generosidade e entusiasmo para me empenhar nas tarefas a que Ele me chama na sua Igreja?
– O que é que, na minha vida quotidiana, ainda me impede de concretizar um compromisso total com o “Reino” e com esse caminho do dom da vida e do amor total?

 

Amor ao próximo

– Com que critérios julgo os meus irmãos: com os critérios da justiça do mundo, ou com os critérios da misericórdia de Deus?
– Procuro uma vida de comunhão com Deus, vivida com coerência e verdade, que se transforma em gestos de amor e de partilha com os irmãos?
– Diante dos sofrimentos dos irmãos e dos desafios de Deus, respondo com o comodismo de quem não está para se chatear com os problemas dos outros?

 

3. DEUS CONCEDE-NOS O PERDÃO

Podemos pedir com convicção o perdão com esta oração:
Confesso a Deus todo-poderoso e a vós irmãos,
que eu pequei muitas vezes por pensamentos, palavras,
actos e omissões por minha culpa, minha tão grande culpa.
Peço à Virgem Maria aos Anjos e Santos e a vós, irmãos,
que rogueis por mim a Deus Nosso Senhor.

 

4. AGRADECEMOS AO SENHOR O PERDÃO

Salmo 102

Bendiz, ó minha alma, o SENHOR, e todo o meu ser louve o seu nome santo.
Bendiz, ó minha alma, o SENHOR, e não esqueças nenhum dos seus benefícios.
É Ele quem perdoa as tuas culpas e cura todas as tuas enfermidades.
É Ele quem resgata a tua vida do túmulo e te enche de graça e de ternura.
Como um pai se compadece dos filhos, assim o SENHOR se compadece
dos que o temem.
Na verdade, Ele sabe de que somos formados;
não se esquece de que somos pó da terra.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre. Ámen.